SEJA BEM VINDO ! VOCÊ É O VISITANTE Nº:

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

GOVERNO DO ESTADO ESTUDA ALTERAR BÔNUS DE DOCENTES

O secretário estadual da Educação de São Paulo, Herman Voorwald, disse ser contrário ao uso das avaliações de alunos como fator para pagamento de bônus a funcionários ou para avaliação do desempenho de diretores. Ele estuda mudar o modelo.
Em 2008, durante o governo José Serra (PSDB), foi criado um bônus para professores e funcionários ancorado no desempenho das escolas no Idesp --indicador estadual que considera a nota dos estudantes em português e matemática, além de taxas de aprovação.
"Toda avaliação que tenha um ganho na ponta deixa de ter a pureza da avaliação", disse o secretário do governo Geraldo Alckmin (PSDB).
Voorwald afirma ainda que apresentou ao governador um novo modelo.
"Alteraremos o pagamento do bônus, não o Idesp", disse o secretário. A alteração, porém, ainda não foi fechada pela gestão estadual.
A Secretaria de Educação já identificou fraudes na prova. Houve casos em que os professores ajudaram os estudantes a resolver as questões, para garantir um melhor desempenho no exame.

Matéria publicada no Jornal Folha de São Paulo, 02 de agosto de 2013.
FÁBIO TAKAHASHIDE

Nenhum comentário: