SEJA BEM VINDO ! VOCÊ É O VISITANTE Nº:

quinta-feira, 8 de março de 2012

QUASE 6 EM 10 ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DE SP SAÍRAM DA ESCOLA COM DESEMPENHO RUIM EM MATEMÁTICA EM 2011

O Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo), que teve os resultados preliminares divulgados nesta quarta-feira (7), registrou um um aumento no índice dos alunos com desempenho abaixo do básico no 3º ano do ensino médio em matemática. O número subiu de 57,7% para 58,4% do total.

Já as notas médias dos alunos do 9º ano do ensino fundamental e do 3º ano tiveram ligeira melhora entre 2010 e 2011.

Em português, o percentual dos alunos do terceiro ano do ensino médio com desempenho abaixo do básico caiu (de 37,9% para 37,5%), mantendo-se praticamente os mesmos números nos níveis básico (de 38,3% em 2010 para 38,4% em 2011), adequado (23,3% para 23,4%) e avançado (0,6% para 0,7%)

Segundo a Secretaria de Educação, o nível abaixo do básico representa aqueles estudantes que ficaram em um patamar considerado insuficiente de aprendizagem para a série em que se encontram. Já no básico, o aluno tem um conhecimento mínimo para a série que freqüenta, podendo, porém, “interagir” com a proposta do ano seguinte.

Em outros níveis, houve crescimento nos níveis adequado e avançado, com uma diminuição nos índices de abaixo do básico e básico.

DESEMPENHO EM PORTUGUÊS EM 2011

Abaixo do básico

Básico

Adequado

Avançado

5º ano do fundamental

17,4%

37,5%

32,9%

12,3%

9º ano do fundamental

28%

55%

15,2%

1,8%

3ª série do ensino médio

37,5%

38,4%

23,4%

0,7%

DESEMPENHO EM MATEMÁTICA EM 2011

Abaixo do básico

Básico

Adequado

Avançado

5º ano do fundamental

26%

36,2%

28,1%

9,6%

9º ano do fundamental

33,8%

55,9%

9,2%

1%

3ª série do ensino médio

58,4%

37,1%

4,2%

0,3%

Notas médias

Houve melhora nas notas médias das provas -na maioria dos casos, porém, insuficiente para recuperar a queda brusca que aconteceu em 2009. Em matemática, a nota dos alunos do 9º do ensino fundamental em matemática foram de 243,3 em 2010 para 245,2 em 2011 –ainda distante, porém, dos 251,5 em 2009. No ensino médio, as notas subiram de 269,2 no ano retrasado para 269,7 no ano passado, nota um pouco superior aos 269,4 de 2009.

Já em português, os índices praticamente ficaram estacionados no 9º ano e no ensino médio. No final do fundamental, a nota era 236,3 em 2009, caiu para 229,2 em 2010 e subiu para 229,6 em 2011. No 3º ano, as notas foram de 274,6 em 2009, recuaram para 265,7 em 2010 e tiveram o mesmo índice no ano passado.

Os maiores crescimentos foram registrados no 5º do ensino fundamental: em matemática, houve um crescimento de 204,6 em 2010 para 209 em 2011 (contra 201,4 em 2009); em português, de 190,4 no ano retrasado para 195 em 2011.

Questionado sobre o fato de o Estado ainda estar atrás das notas 2009, o secretário-adjunto da Educação, João Cardoso Palma Filho, diz que a queda foi estancada. “Em 2011, conseguimos reverter essa queda. Está sinalizado no segmento do 1º ao 5º ano [do fundamental] que vai haver uma repercussão na sequência”, afirmou.

Rafael Targino
UOL-
07/03/2012

Nenhum comentário: